JepDownload

Jogos da Copa Ao Vivo

quinta-feira, 18 de março de 2010

Finepix Real 3D V1: A tecnologia 3D chega aos tradicionais porta-retratos

Com a mesma tecnologia apresentada na Fujifilm Finepix 3D W1, o porta-retratos digital permite adicionar profundidade às imagens exibidas.

Com o sucesso de filmes como Avatar, é impossível não associar a tecnologia 3D com o cinema e seus efeitos únicos que transportam o espectador para dentro dos acontecimentos. Tudo indica que, em alguns anos, essa experiência não estará mais restrita somente às salas escuras, estando disponível em aparelhos como televisores, celulares e até mesmo nas tradicionais fotografias.

Isso mesmo: fotografias - imagine se, naquela foto que você tirou das suas últimas férias ou baile de formatura fosse possível ver as pessoas literalmente saltando, sem que seja preciso utilizar nenhuma espécie de óculos especial. Parece algo de outro mundo, não?

Pois é justamente essa a ideia por trás do Finepix Real 3D V1, um dos primeiros porta-retratos com imagens tridimensionais disponíveis no mundo. Basta transferir uma foto qualquer para o aparelho para que seja possível visualizá-la com profundidade, dando um efeito completamente diferente do tradicional.

Imagens que “saltam” da tela

O Finepix Real 3D V1 faz parte da estratégia da Fujifilm de investir pesado nas novas tecnologias em três dimensões, se diferenciando da concorrência ao oferecer uma experiência confortável ao usuário, que não precisa pagar por óculos caros para visualizar o efeito tridimensional.



O que torna a visualização possível é o aprimoramento de uma tecnologia chamada de superfície lenticular, a mesma utilizada no visor da câmera Fujifilm Finepix 3D W1. Uma série de lentes minúsculas permite criar o efeito estereoscópico a partir das camadas de emissão da imagem. É como se o óculos 3D estivesse não no rosto do expectador, mas na própria tela do aparelho.

Para entender o que é o efeito estereoscópico, basta lembrar-se de revistas em quadrinhos ou livros antigos, que eram impressos em papel normal e traziam uma série de imagens ligeiramente paralelas. Para obter o efeito tridimensional, muitas vezes era preciso ficar ”vesgo” durante alguns instantes para que a imagem saltasse aos olhos.

Já o Finepix Real 3D V1 dispensa todo esse trabalho ao utilizar um sistema de iluminação inteligente, que dirige a luz aos olhos de uma forma que simula o efeito estereoscópico. É claro, isso não é possível em todos os ângulos de visualização, mas representa um grande avanço em relação às tecnologias anteriores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade